Gene do sono (Notícias)

Napoleão Bonaparte e Leonardo da Vinci são exemplos de pessoas que precisavam de poucas horas diárias de sono. De acordo com novo estudo publicado na Revista Molecular Psychiatry, o sono pode ter um princípio genético.

Cientistas alemães (Universidade de Munique) descobriram um gene chamado de ABCC9 que afeta a duração do sono e pode explicar porque algumas pessoas não precisam dormir muitas horas por dia. Os cientistas estudaram mais de 4.000 europeus em 7 países e analisaram seus genomas. Cada um dos participantes preencheu um questionário relativo a hábitos de sono e doou uma amostra de DNA – que posteriormente foi analisada com milhares de marcadores genéticos, para conseguir identificar aquele(s) que seria mais comum nas pessoas que dormem mais.

Este gene também foi associado anteriormente com diabetes e doenças do coração. Um outro gene (chamado Dec2), foi igualmente identificado e relacionado com a duração do sono, mas foi encontrado apenas em algumas pessoas. O ABCC9 é o primeiro gene que estabelece uma forte relação com o tempo de sono e que é detectado na população em geral. Porém, novos estudos são necessários para entender os mecanismos genéticos do sono.

Fontes
http://www.cienciahoje.pt/
http://abcnews.go.com
http://www.nature.com/mp/journal/vaop/ncurrent/full/mp2011142a.html (artigo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s